Quarta, 17 de Agosto de 2022
Política ELEIÇÕES 2022

DISPUTA NO PP: Lindolfo Pires pode ficar com redutos de Pollyanna e reeleição de Dra. Paula deve ficar ainda mais complicada

A Deputa Paula encontra grandes dificuldades para sua reeleição

06/08/2022 às 18h21 Atualizada em 06/08/2022 às 18h30
Por: Redação
Compartilhe:
DISPUTA NO PP: Lindolfo Pires pode ficar com redutos de Pollyanna e reeleição de Dra. Paula deve ficar ainda mais complicada

DISPUTA NO PP: Lindolfo Pires pode ficar com redutos de Pollyanna e reeleição de Dra. Paula deve ficar ainda mais complicada

Do Tribuna10, em 06 de agosto de 2022, às 18:22
Redação

A disputa interna no Partido Progressistas por uma vaga de deputado estadual deverá ficar ainda mais acirrada. Com a saída da deputada Pollyanna Dutra para disputar o senado e a não possibilidade de candidatura do seu esposo Barão, o sousense Lindolfo Pires passou a ser o mais cotado para herdar os principais redutos eleitorais da ex-prefeita de Pombal. Caso o acerto seja concretizado, a deputada Dra. Paula passa a ter mais um forte corrente no caminho do seu já complicado projeto de reeleição.

Segundo as projeções dos observadores políticos, o PP deverá garantir até três cadeiras na Assembleia Legislativa nas eleições deste ano. Até o momento, Lindolfo era tido como a quinta força da legenda, numa lista que tem a frente o novato João Paulo Segundo (Boqueirão) e os atuais deputados Jane Panta, Galego Sousa e Dra. Paula. Caso consiga mesmo os apoios nas regiões de Pombal e Brejo do Cruz, Lindolfo Pires passaria a brigar de igual para igual com os seus concorrentes diretos.

Para tentar conseguir ficar com os redutos de Pollyanna, Lindolfo Pires conta com o forte trunfo do apoio já declarado do prefeito de Sousa, Fábio Tyrone, à candida do PSB ao senado. Já o prefeito de Cajazeiras, José Aldemir, não poderá fazer a mesma oferta, já que anunciou recentemente apoio à candidatura a senador de Bruno Roberto (PL).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários