Segunda, 27 de Junho de 2022
Polícia GUERRA

Brasileiro morto na guerra da Ucrânia morava no Ceará e terá cinzas jogadas em Quixadá

André Hack Bahi tinha 44 anos e saiu do interior do Ceará em fevereiro para trabalhar na Legião Internacional de Defesa ucraniana

09/06/2022 às 17h54 Atualizada em 09/06/2022 às 18h08
Por: Redação
Compartilhe:
O falecimento foi confirmado pelo Ministério das Relações Exteriores e pela irmã de André, Letícia Hack Bahi,
O falecimento foi confirmado pelo Ministério das Relações Exteriores e pela irmã de André, Letícia Hack Bahi,

Por Tribuna10 Fonte e imagem: Diário do Nordeste

TRIBUNA10- Após ser dado como desaparecido, o brasileiro André Luís Hack Bahi, 44, teve a morte confirmada na guerra da Ucrânia. O gaúcho que morava em Quixadá, no Sertão do Ceará, saiu da cidade em fevereiro para atuar na Legião Internacional de Defesa da Ucrânia contra a Rússia.

O falecimento foi confirmado pelo Ministério das Relações Exteriores e pela irmã de André, Letícia Hack Bahi, nesta quinta-feira (9). Conforme ela informou ao G1, as cinzas do gaúcho serão espalhadas em Quixadá.

"Nós decidimos que, para Porto Alegre, a gente não vai querer que ele venha. Nós vamos deixar as cinzas dele lá, um lugar maravilhoso [Quixadá] que ele se apaixonou", comentou Letícia Hack Bahi ao G1.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários